Imprimir
O LUTO  
   
 

A SPEIL considera o luto como um processo de reação a uma gama muito diversa de perdas com significado pessoal profundo, como a separação definitiva ou provisória do ente querido, a morte anunciada, o dano ao amor-próprio, a perda de expetativa de afeto, a desvalorização social e outras afeções psíquicas que, eventualmente, podem ser muito prolongadas.

Está provado que ao longo da vida, cada pessoa sofre, em média, cerca de quatro dezenas de perdas significativas, das mais ligeiras às de maior  complexidade. Tal  frequência demonstra que é comum a vivência do luto e as consequências comportamentais nos domínios individual e de interação social, em termos familiares, educacionais, profissionais e comunitários.

 

 

O CONGRESSO  
   
 
A urgência de promover o debate científico sobre o luto e a sua aplicação aos interesses da comunidade, a exemplo do que vem sendo realizado há décadas em países da Europa e nos EUA, leva a SPEIL a prosseguir com mais uma edição do congresso  "O Luto em Portugal", em colaboração com a Universidade de Aveiro, o Observatório do Luto em Portugal e o Espaço do Luto.   

 

 

 

 

Blue joomla theme by Template Joomla